Arabic Bosnian Bulgarian Croatian Czech Dutch English Estonian Finnish French German Hungarian Italian Latvian Lithuanian Norwegean Portugese Russian Swedish Slovenian Spanish Chinese

Apoie a Comunidade de Paz Colombiana!

Nos últimos 17 anos, a comunidade de paz de San José de Apartadó optou por resistir à deslocação, rejeitar a violência e trabalhar em conjunto de forma a criar um mundo melhor para as gerações futuras.

Desde a sua criação, em 1997, mais de 200 agricultores da região foram assassinados.

Devido aos vários interesses económicos no seu território e à presença constante de grupos paramilitares ilegais e grupos de guerrilha, a Comunidade permanece fortemente ameaçada e depende da presença da Peace Brigades International (PBI) para impedir novos ataques aos seus membros.

Em 2012, o Tribunal Constitucional ordenou que o Estado colombiano tomasse medidas urgentes com o objectivo de melhorar as condições de segurança da Comunidade de Paz de San José de Apartadó e de garantir acesso à justiça para os crimes sofridos (Decisão Judicial 164 - Julho de 2012).

No entanto, as autoridades colombianas têm falhado o cumprimento dessa ordem, pelo que os ataques contra a comunidade continuaram a verificar-se.

Assim sendo, até que todas estas medidas sejam aplicadas, os membros da Comunidade de Paz continuarão a viver em perigo.

A Tua Mensagem:

Caro Embaixador da Colômbia,

Ao longo dos seus 17 anos de existência, a Comunidade de Paz de San José de Apartadó tem enfrentado inúmeras ameaças, ataques, formas de estigmatização e assassinatos. Enquanto o Estado colombiano não adoptar medidas de combate eficazes, a comunidade continuará vulnerável a estes ataques. Por favor, peça ao Governo da Colômbia e ao Gabinete da Procuradoria-Geral para agirem em conformidade com a Decisão 164 do Tribunal Constitucional (Julho de 2012) através das seguintes acções:

  • Elaboração de planos para o reconhecimento formal de zonas humanitárias, de forma a abordar as questões de falta de segurança sentidas pela Comunidade.
  • Criação de uma Comissão Judicial para combater problemas de impunidade de violações anteriores.  

Atenciosamente,

Primeiro Nome
último Nome
País
email

Desejo que a Peace Brigades International (PBI) guarde os meus dados e me mantenha informado acerca desta campanha e de outras que apoie.